Seja responsável. Beba com moderação

Tem a idade legal para o consumo de bebidas alcoólicas no seu país?
Vinhos

Talhas de Borba Tinto

Um vinho de sabor “a uvas”.

Região

Borba, Alentejo, Portugal

Classificação

D.O.C. Alentejo

Tipo

Tinto

Colheita

2021

Castas

Trincadeira, Castelão e Alicante Bouschet

Solos

Argilo-calcários e xisto

Vinificação

O processo de produção de vinho de talha é um sistema ancestral romano de fazer vinho, onde a talha ou pote de barro, tem uma dupla finalidade, a produção e a armazenagem do vinho. Isto é, faz-se e guarda-se o vinho dentro do mesmo recipiente. Atualmente, no processo produtivo de vinho de talha, as uvas são despejadas num pequeno tegão que está acoplado com um esmagador/desengaçador, sendo desengaçadas e esmagadas, com o auxílio de uma bomba são transportadas as uvas e o sumo para dentro das talhas, onde se vai dar a fermentação. Durante 3 a 4 semanas, período de tempo em que decorre a fermentação, as massas, também chamadas de balsa, sobem à superfície da talha, sendo necessário mexer as talhas, é a operação de remontagem, que consiste em misturar o mosto com as películas e grainhas da uva, para que a parte sólida seja mergulhada na parte líquida. Concluída a fermentação e de forma lenta, dia após dia, as películas e grainhas vão caindo para o fundo da talha, formando uma manta compacta, conhecida por mãe. Esta, tem como função principal filtrar naturalmente o vinho para que fique pronto a beber, quando este sai da talha por gravidade através de um orifício que se encontra na parte inferior. O vinho de talha para ser certificado como DOP Alentejo, obrigatoriamente deverá ficar com a ‘mãe’ na talha até ao dia de S. Martinho do ano da colheita (11 de Novembro), o que se verificou com o vinho que apresentamos na nossa marca Adega de Borba – Vinho de Talha.

Um vinho diferente, vinificado 100% em talha de barro, sem estágio em madeira. Preferencialmente para consumidores que procuram vinho de perfil tradicional, com alguma rusticidade e de tipicidade verdadeiramente alentejana.

Notas de prova

Cor granada
Aroma e sabor a frutos vermelhos maduros com muita frescura, que persiste com macieza longamente.
Um vinho de sabor ‘a uvas’.

Como servir

Temperatura de 16C.
Em acompanhamento de petiscos e pratos gastronómicos típicos da região Alentejo.
Este vinho deve ser consumido de imediato.

Análise

Teor Alcoólico 13,5% Vol.
Acidez Total 5,40 g/l
PH 3,70
SO2 Total < 100 mg/l
Notas adicionais Contém sulfitos

Acondicionamento

Caixas de 6 garrafas x 0,75 L

Ficha Técnica

Download
Comprar na loja online Comprar
Este site utiliza cookies necessários ao seu funcionamento. Ver mais